Gentilezas da Mamma

"...Passado o tremor de terra, acendeu-se um fogo; mas o Senhor não estava no fogo. Depois do fogo ouviu-se o murmúrio de uma brisa ligeira. Tendo Elias ouvido isso, cobriu o rosto com o manto, saiu e pôs-se à entrada da caverna..." (Rei 19,12-13).

Um caso: na semana passada, sexta-feira, dia 21 de dezembro de 2007, às 7:00h, fomos, como de costume, recebidos pelo Padre João, pároco da Igreja Nossa Senhora Consolata, que nos abria o portão de ferro que dá acesso ao estacionamento da igreja. Ele estava com um guarda-chuva escuro na mão, pois chovia bastante, e estava contente e alegre, porque, como dizia:
- "Ontem aconteceu um milagre aqui! Vejam, hoje está chovendo muito, antes de ontem também choveu o dia todo, e a meteorologia previu chuva para toda esta semana, porém, ontem, dia em que recebemos,
das creches que ajudamos, centenas de crianças para um dia de festa aqui na paróquia, todo o tempo em que as crianças aqui estiveram, não choveu, elas puderam correr e brincar ao bel-prazer. Foi um milagre de Nossa Senhora Consolata!"

Deus é sutileza, calma, tranqüilidade, paz, se manifesta com delicadeza, no silêncio. Para percebê-lo, devemos estar atentos, nossa alma deve estar longe do rebuliço, do turbilhão da vida cotidiana.

E como manter nossa alma longe desta agitação da vida moderna, para podermos ouvir a Deus? Um modo infalível, é mantê-la no "Refúgio Seguro" que a Mãe de Deus nos preparou:
o seu "Coração Imaculado".
Ela nos mantém debaixo do seu Manto,
nesse Santúario. Como a galinha mantém seus pintinhos seguros, debaixo de suas asas. E é neste "Refúgio Seguro", que nos mostra seu Filho e nos leva até Ele, que é "manso e humilde de coração"(Mateus 11,29), e acharemos repouso para nossas almas.

Se estivermos tranqüilos e atentos neste "Refúgio Seguro", então, perceberemos a "brisa ligeira", as "Gentilezas da Mamma", que murmura:
"Não temas, eu estou sempre contigo"!
E nos mostra Jesus, seu Filho, que
com os olhos da alma passaremos a perceber, a amar e a ver em cada pessoa com quem nos relacionarmos, assim, teremos a oportunidade de viver, a cada dia, o 'Novo Mandamento' que Ele nos deixou:

"Amai-vos uns aos outros. Como eu vos tenho amado, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros..."(João 13,34).


 

HOME